Portugal NáuticoPortugal Náutico

Mensagens recentes

Páginas: [1] 2 3 ... 10
1
Meteorologia / [IPMA] Estudo de Potencial de Energia Offshore
« Última mensagem por Informadora em Julho 11, 2024, 15:15:03 »
Estudo de Potencial de Energia Offshore

O IPMA tem em curso a execução do projeto “Technical studies for offshore energy potential” inserido na componente C21-07 – REPowereu, no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência PRR), o qual permitirá o desenvolvimento de estudos geofísicos, geotécnicos, eólicos, de ondas e de corrente, de alta resolução de uma área de, pelo menos, 2.000 km² no oceano Atlântico, destinados a facilitar a instalação de energia eólica offshore.


Pode aceder ao link abaixo para conhecer os parâmetros de referência que o IPMA usará para recolha de dados relevantes dos fundos marinhos e caracterização do estado do ambiente marinho.





Fonte: www.ipma.pt
Publicada na fonte em: 2024-07-11 09:00:00
2
Notícias / [EconomiaMar] Dois Dramas bem actuais: Crise Energética e Crise Ambiental
« Última mensagem por Informadora em Julho 10, 2024, 01:41:08 »
Dois Dramas bem actuais: Crise Energética e Crise Ambiental

Afinal, os Celtas estavam certos e há hoje boas razões para temermos que o céu nos caia na cabeça, ou parte dos milhões de detritos metálicos que orbitam o nosso planeta, como não menos grave serão as ilhas de plástico nos Oceanos que chegam a ultrapassar já a área conjunta de Espanha, França e Alemanha, como não menos preocupante é a situação energética de uma Europa sem recursos próprios e aparente adequada estratégia para fazer face a tão crítico desafio.



Fonte: www.jornaldaeconomiadomar.com
Publicada na fonte em: 2024-07-10 00:22:32
3
Dois Dramas bem actuais: a Crise Energética e Crise Ambiental

Afinal, os Celtas estavam certos e há hoje boas razões para temermos que o céu nos caia na cabeça, ou parte dos milhões de detritos metálicos que orbitam o nosso planeta, como não menos grave serão as ilhas de plástico nos Oceanos que chegam a ultrapassar já a área conjunta de Espanha, França e Alemanha, como não menos preocupante é a situação energética de uma Europa sem recursos próprios e aparente adequada estratégia para fazer face a tão crítico desafio.



Fonte: www.jornaldaeconomiadomar.com
Publicada na fonte em: 2024-07-10 00:22:32
4
Meteorologia / [IPMA] Missão TRIDENT
« Última mensagem por Informadora em Julho 09, 2024, 11:25:04 »
Missão TRIDENT

O Navio de Investigação Mário Ruivo do IPMA regressou, a 3 de julho, a Lisboa, após a conclusão da missão TRIDENT. O IPMA coordenou esta missão internacional com sucesso, tendo esta sido a mais longa missão dos últimos anos com o Navio de Investigação Mário Ruivo.


A missão TRIDENT decorreu entre os dias 13 e 30 de junho, numa área marinha cerca de 500 km a sul do arquipélago das Canárias. Esta missão internacional, cujo responsável científico é o Doutor Pedro Terrinha do IPMA, contou com 24 investigadores de cinco instituições europeias: o Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC), o IPMA, a Universidade de Cork (UCC), na Irlanda, o Centro de Investigação Tecnológica da Universidade do Algarve (CINTAL) e o Instituto Geológico e Mineiro de Espanha (IGME-CSIC).


O projeto TRIDENT é coordenado pelo INESC TEC e tem financiamento europeu, através do Programa Horizonte Europa, de cerca de 16 milhões de euros, reunindo 25 instituições públicas e privadas, entre as quais seis portuguesas.


Nesta missão foram adquiridos dados que permitem um melhor conhecimento das características oceanográficas locais, da morfologia e natureza do fundo do mar, da biologia do fundo marinho, da velocidade das correntes oceânicas, contribuindo para a monitorização de longo prazo das propriedades da água próxima do fundo do mar, bem como da biogeoquímica dos sedimentos do fundo. Para este efeito foram usados equipamentos operados a bordo do Navio, amarrações fixas e derivantes com hidrofones para escuta de ruído ambiental, estações de monitorização automatizadas e equipamentos autónomos robotizados de mapeamento submarino.


 


 





Fonte: www.ipma.pt
Publicada na fonte em: 2024-07-09 09:00:00
5
Notícias / [EconomiaMar] O que Falha na Náutica e no Desporto
« Última mensagem por Informadora em Julho 09, 2024, 01:17:08 »
O que Falha na Náutica e no Desporto

Sendo inegável as possibilidades de Portugal no que respeita às actividades marítimo-turísticas, náutica de recreio e mesmo nas práticas desportivas relacionadas como o mar, há falhas, da falta de dados à ausência de adequada promoção, para além de uma certa falta de investimento também devido a uma real compreensão do impacto, inclusive económico, de todo esse complexo, que não têm permitido atingir e usufruir de todo o intrínseco potencial de cada um dos referidos sectores. Importa perceber o que falta e o que falha.



Fonte: www.jornaldaeconomiadomar.com
Publicada na fonte em: 2024-07-09 00:44:10
6
Aviso de Sismo Sentido no Arquipélago dos Açores  08-07-2024  14:22

                                       
Informação  Sismológica
Titulo: Aviso de Sismo Sentido no Arquipélago dos Açores  08-07-2024  14:22

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera informa que no dia 08-07-2024 pelas 14:22 (hora local) foi registado nas estações da Rede Sísmica do Arquipélago dos Açores, um sismo de magnitude 2.6 (Richter) e cujo epicentro se localizou a cerca de 6 km a Sul-Sudoeste de Altares (Terceira).
Este sismo, de acordo com a informação disponível até ao momento, não causou danos pessoais ou materiais e foi sentido com intensidade máxima IV (escala de Mercalli modificada) na freguesia de São Bartolomeu de Regatos [Terceira].
Foi ainda sentido com menor intensidade nas freguesias de Santa Luzia, Cinco Ribeiras, Terra Chã, Biscoitos e Quatro Ribeiras [Terceira].

Se a situação o justificar serão emitidos novos comunicados.

A localização do epicentro de um sismo é um processo físico e matemático complexo que depende do conjunto de dados, dos algoritmos e dos modelos de propagação das ondas sísmicas. Agências diferentes podem produzir resultados ligeiramente diferentes. Do mesmo modo, as determinações preliminares são habitualmente corrigidas posteriormente, pela integração de mais informação. Em todos os casos acompanhe sempre as indicações dos serviços de proteção civil. Toda e qualquer utilização do conteúdo deste comunicado deverá sempre fazer referência à fonte.

Data de Edição: Seg, 08 Jul 2024 14:38:19




Fonte: www.ipma.pt
Publicada na fonte em: 2024-07-08 14:38:19
7
Aviso de Sismo Sentido no Arquipélago dos Açores  03-07-2024  12:01

                                       
Informação  Sismológica
Titulo: Aviso de Sismo Sentido no Arquipélago dos Açores  03-07-2024  12:01

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera informa que no dia 03-07-2024 pelas 12:01 (hora local) foi registado nas estações da Rede Sísmica do Arquipélago dos Açores, um sismo de magnitude 2.7 (Richter) e cujo epicentro se localizou a cerca de 4 km a Este-Nordeste de Sta Bárbara (Terceira).
Este sismo, de acordo com a informação disponível até ao momento, não causou danos pessoais ou materiais e foi sentido com intensidade máxima IV (escala de Mercalli modificada) na freguesia de Cinco Ribeiras [Terceira].
Foi ainda sentido com menor intensidade nas freguesias de Santa Luzia e São Bartolomeu de Regatos [Terceira].

Se a situação o justificar serão emitidos novos comunicados.

A localização do epicentro de um sismo é um processo físico e matemático complexo que depende do conjunto de dados, dos algoritmos e dos modelos de propagação das ondas sísmicas. Agências diferentes podem produzir resultados ligeiramente diferentes. Do mesmo modo, as determinações preliminares são habitualmente corrigidas posteriormente, pela integração de mais informação. Em todos os casos acompanhe sempre as indicações dos serviços de proteção civil. Toda e qualquer utilização do conteúdo deste comunicado deverá sempre fazer referência à fonte.

Data de Edição: Qua, 03 Jul 2024 12:20:44




Fonte: www.ipma.pt
Publicada na fonte em: 2024-07-03 12:20:44
8
Meteorologia / [IPMA] Junho o Mais Quente no Globo
« Última mensagem por Informadora em Julho 08, 2024, 12:02:04 »
Junho o Mais Quente no Globo

O mês de junho de 2024 foi o mais quente a nível Global e o 2º mais quente na Europa. Em Portugal Continental fo considerado normal na temperatura do ar e muito chuvoso na precipitação. 


Junho de 2024 foi o mais quente já registado a nível Global com uma temperatura média de 16.66 °C, 0.67 °C acima do valor médio 1991-2020 (Fig. 1). Estima-se que o mês tenha sido cerca de 1.50 °C mais quente do que a média pré-industrial de 1850-1900. Este é o décimo terceiro mês consecutivo mais quente já registado para o respetivo mês do ano.



Na Europa, o valor médio da temperatura média do ar foi + 1.57 °C acima do valor médio 1991-2020, sendo o 2º junho mais quente (a par com 2022) desde o inicio dos registos.



Em junho de 2024, as temperaturas do ar estiveram muito acima da média 1991-2020 no sul de Itália, no sudeste da Europa e na Turquia, com ondas de calor no Chipre, na Grécia e na Turquia. Foram registadas temperaturas superiores a 40°C em muitos locais e Atenas teve o junho mais quente desde 1860. Em contraste, muitas áreas da Europa Ocidental tiveram temperaturas próximas ou abaixo da média, incluindo Portugal, Espanha, Irlanda e Reino Unido; a Islândia e uma região do noroeste da Rússia perto do Mar de Kara também tiveram temperaturas abaixo da média.



Em relação à precipitação junho de 2024 foi mais húmido do que a média na Islândia, no centro e na maior parte do sudoeste da Europa, com fortes precipitações que levaram a inundações em regiões da Alemanha, Itália, França e Suíça. Por outro lado, o mês foi mais seco do que a média na Irlanda, na maior parte do Reino Unido, na Fennoscandia, no sul de Itália e em grande parte da Europa de Leste.



Em Portugal continental o mês de junho de 2024 foi normal em relação à temperatura do ar e muito chuvoso em relação à precipitação (Fig. 2).




O valor médio da temperatura média do ar em junho, 19.98 °C, foi -0.26 °C inferior ao normal, sendo o 8º mais baixo desde 2000.

O valor médio da temperatura máxima do ar, 25.84 °C, registou uma anomalia negativa de -0.51 °C em relação à normal. O valor médio da temperatura mínima do ar, 14.12 °C, foi muito próximo do valor normal 1981-2010 com uma anomalia de -0.02 °C.

Durante o mês destaca-se um período relativamente longo (8 a 21) com valores de temperatura muito inferiores ao valor médio mensal e por outro lado dois períodos (1 a 7 e 22 a 24) com valores de temperatura máxima muito acima do valor médio. No dia 24 de junho 10 % das estações meteorológicas registaram uma temperatura máxima superior a 38.0 °C.



Em relação à precipitação, foi o 5º junho mais chuvoso desde 2000; total de 42.2 mm que corresponde a 160 % do valor médio 1981-2010. O mês foi caraterizado por condições de instabilidade com ocorrência de períodos de chuva ou aguaceiros, por vezes forte e de granizo e acompanhada de trovoada, em especial nas regiões do Norte e Centro.



Verificou-se um aumento da área em seca meteorológica moderada na região Sul, afetando os distritos de Faro, Beja e parte dos distritos de Setúbal e Évora; no sotavento algarvio junto à fronteira destaca-se o surgimento da classe de seca. No final de junho cerca de 43 % do território estava em seca meteorológica fraca a moderada.





Fonte: www.ipma.pt
Publicada na fonte em: 2024-07-08 09:00:00
9
Meteorologia / [IPMA] Visita de Estudo do Hidrográfico
« Última mensagem por Informadora em Julho 08, 2024, 12:02:03 »
Visita de Estudo do Hidrográfico

O IPMA recebeu, a 4 de julho, a visita dos alunos finalistas do "Curso Especialização de Oficiais em Hidrografia - 2023/2024" do Instituto Hidrográfico (IH). Esta visita decorre no âmbito do Protocolo entre o IPMA e o IH para a Cooperação Técnica e Cientifica e insere-se no ciclo de visitas a entidades que desenvolvem atividades de investigação científica relacionadas com a atividade do IH.



O grupo era composto por 7 alunos finalistas do referido curso e 2 oficiais que nos acompanharam numa manhã, onde foi possível conhecer um pouco melhor o trabalho desenvolvido pelo IPMA. No programa constaram as áreas da oceanografia e recolha de dados, da meteorologia marítima. A visita estendeu-se ao Centro Operacional de meteorologia para fins gerais, de sismologia e tsunamis e de aeronáutica, e ao lançamento do balão meteorológico. Este é  um dos instrumentos de observação de responsabilidade do IPMA, que permite a recolha de dados para a atualização dos modelos numéricos de previsão meteorológica, usados à escala internacional.



Esta ocasião foi importante para a partilha de conhecimento e experiência em áreas em que ambas as entidades desenvolvem atividade.



Recordamos que o IPMA e o IH celebraram um protocolo de cooperação em outubro de 2022, ao abrigo do qual foi acordado a partilha de recursos, dados, informação e infraestruturas no âmbito do Centro Nacional de Dados Oceanográficos (CNDO) e melhorar a cooperação na Investigação Científica em projetos de interesse recíproco.





Fonte: www.ipma.pt
Publicada na fonte em: 2024-07-08 09:00:00
10
Notícias / [EconomiaMar] Portugal e o Mar frente à União Europeia
« Última mensagem por Informadora em Julho 08, 2024, 02:55:10 »
Portugal e o Mar frente à União Europeia

Se Portugal nem sempre tem perfeita consciência da importância do Mar para o seu futuro, tem-no a União Europeia _ e por isso mesmo inevitáveis serão os choques e a imperiosa necessidade de não persistirmos na limitada simples tradução de Directivas Comunitárias mas começarmos a saber afirmar uma consequente defesa, em Bruxelas, em nome da nossa mais real independência nacional, dos nossos superiores interesses. Estaremos dispostos, porém, a assim proceder, coerentemente?...



Fonte: www.jornaldaeconomiadomar.com
Publicada na fonte em: 2024-07-08 02:10:17
Páginas: [1] 2 3 ... 10